(C)an(n)alyze: determinação de 16 canabinóides em flores, óleos e sementes

A pesquisa na área canabinóides para fins medicinais aumenta na mesma proporção do número de substâncias a serem analisadas.

Para este estudo, e em comparação com a farmacopeia alemã (Deutsches Arzneibuch; DAB), realizou-se um aumento de 10 canabinóides para qualificação e quantificação. O objetivo do desenvolvimento do método foi diminuir o tempo de execução e otimizar o programa de gradiente em comparação com o Método DAB1. Para garantir a precisão do método, foi realizada uma validação de acordo com as Diretrizes ICH Q2 R12. Os parâmetros para a validação da pesquisa foram a seletividade, linearidade, repetibilidade e a taxa de recuperação. A especificação dada foi derivada da Associação de Químicos Analíticos Oficiais (AOAC) com o método padrão, tendo em conta os requisitos de desempenho para flores e óleos provenientes de canabinóides.

Leia o artigo na íntegra aqui.

Fonte: Knauer

  • Partilhar: